CENTRAL DE MARCAÇÃO

4009-0061

Resultado de Exames

NOTÍCIAS

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS DA MEDRADIUS!

Dia Internacional de combate ao câncer infantil, chama atenção para a necessidade do acompanhamento médico.

As pesquisas são muitas, mas ainda não se conhece as causas do câncer infantil. Ele tem tirado a alegria de muitas crianças e adolescentes. Conhecemos apenas alguns fatores de risco e a necessidade de diagnóstico precoce. Ficar atento é preciso!

Algumas situações facilitam o surgimento do câncer infantil.Ficam mais propensas as crianças que Inalam fumaça (cigarro, churrasco, queimadas etc.); são filhos de uma mãe que consome drogas; mãe que se expõe a raios X durante a gravidez; mãe portadora do vírus da HIV ou da hepatite B.
Por não sabermos as causas, fica difícil prevenir.Podem-se minimizar as possibilidades praticando um estilo de vida saudável.

Evitar fumaça; comer frutas e verduras todos os dias; comer mais legumes; evitar a ingestão de carne; evitar frituras e grelhados ( por causa dos benzopirenos, uma substância cancerígena); evitar conservas em vinagre (por causa das nitrosaminas, outra substância cancerígena); combater a obesidade; substituir a proteína animal pela vegetal, sempre que possível; entre outros.

Geralmente é difícil diagnosticar por causa das semelhanças entre os sintomas do câncer e as doenças comuns das crianças. É preciso ter muita atenção e não desprezar nenhum sintoma. Ex: Nódulos ou inchaço incomum; palidez inexplicada e perda de energia; contusões freqüentes; dor progressiva; andar mancando; febre inexplicada ou doença que não melhora; dores de cabeça freqüentes; alterações súbitas de visão; perda de peso sem explicação.

Os tipos de câncer que ocorrem com mais freqüência em crianças são?
Leucemia - Tumores Cerebrais e do Sistema Nervoso Central - Neuroblastoma - Tumor de Wilms - Linfomas - Linfoma de Hodgkin - Linfoma não Hodgkin - Rabdomiossarcoma - Retinoblastoma Tumores Ósseos - Osteossarcoma - Tumor de Ewing .

Os tratamentos para crianças têm alguns diferenciais se relacionados aos adultos, mas, tem também as semelhanças; ele também é determinado de acordo com o tipo de câncer e em qual estágio ele está. Os cânceres infantis geralmente respondem bem à quimioterapia. As crianças se recuperam mais rápido que os adultos. Alguns tipos de câncer infantil podem ser tratados com altas doses de quimioterapia seguida de um transplante de medula óssea. Outros com outras modalidades, como a terapia alvo e imunoterapia, a radioterapia.

>>As visitas constantes, ao médico pediatra, durante toda a infância são muito importantes!